Todo órgão público armazena milhares de dados importantes, seja sobre a gestão, seja de usuários e serviços prestados, de verbas, investimentos, registros, atas.

Qualquer problema com esses dados causa a maior dor de cabeça aos gestores públicos, por isso o mais indicado é que eles migrem do papel para o armazenamento digital.


Isso porque, quando armazenados fisicamente, eles podem ser perdidos de diversas maneiras. Acidentes, como incêndio e alagamentos, e a má organização de funcionários são dois exemplos bem comuns de esse tipo de depósito é vulnerável.


Migrar todos esses dados para o digital é uma forma mais assegurada de que eles ficarão bem guardados -- e acessíveis a todos.


Mas será que não existe perigo?


É claro que sim, e é sobre evitar eles sofram um ataque criminoso que se trata este artigo.


Dados digitais


O grande problema dos ataques cibernéticos para as secretarias não é exatamente o vazamento de dados, já que para os órgão públicos é aplicada a Lei da Transparência.

Mas o sumiço ou alterações dos arquivos é certamente algo que traria inúmeros prejuízos à administração e à população de um modo geral.


Os ataques mais comuns neste tipo de situação são os ransomware. Em geral, eles são feito através de um arquivo malicioso que, quando aberto, se aloja no computador e dá acesso aos criminosos aos logins, senhas e arquivos. Compactado com uma senha de criptografia alta, ele inviabiliza o acesso da máquina e, refém, o usuário precisando de uma contra senha para desbloqueio.


Para fornecer essa senha, quem está por trás do ransomware pede uma espécie de resgate, e é dessa forma que conseguem lucrar com a ação. Caso não seja pago, eles vazam os dados ou somem com eles.


Tecnologias


As tecnologias ultrapassadas contribuem muito para esse tipo de invasão. Ao contrário, as mais avançadas trazem uma grande preocupação com segurança, tornando quase impossível o acesso às máquinas e, consequentemente, aos bancos de dados, sendo um dos melhores benefícios da tecnologia na gestão pública.


O armazenamento na nuvem é um exemplo de como o desenvolvimento tecnológico se preocupa com a segurança. Os servidores, cada vez mais modernos, garantem a segurança de seus clientes com o que existe de mais moderno em proteção digital.


No entanto, de nada adianta contratar o serviço mais completo se alguns cuidados não forem tomados.


Um ataque cibernético pode acontecer em qualquer órgão público ou privado, ninguém está 100% livre deste problema.


A seguir, falaremos sobre o que você deve fazer para preservar os dados das suas secretarias.


Não baixe arquivos desconhecidos


Como já foi dito, os ransomware chegam através de um arquivo malicioso, por isso é importante, antes de fazer qualquer download, certificar-se de que ele é seguro. Mais do que isso, alerte toda a equipe para que fique atenta.


Além do email, cuide de pen drives, cartões de memórias e links, que também podem infectar o computador.


Sempre atualize o software e o sistema operacional


Em geral, a cada atualização do seu software de gestão chegam novidades em segurança.

Os sistemas defasados são mais suscetíveis a ataques, por isso é importante que esteja sempre em dia.


Mantenha antivírus e firewall


Enquanto o antivirus alerta para qualquer possibilidade de ataque, o firewall cria uma barreira, bloqueando arquivos maliciosos. Eles também precisam estar sempre atualizados.


Estabeleça uma rotina de backup


Ele deve ser feito, de preferência, em mais de um local -- pode ser na nuvem e em um servidor próprio. Assim, a possibilidade de alguém sequestrar os dados das secretarias e sumir com eles reduz drasticamente.


Agora que você sabe o que fazer para que evitar que sua gestão sofra um ataque criminoso, colocando em risco os dados das secretarias, conheça o IDS, um software de gestão pública que preza pela segurança da sua administração.


Entre em contato conosco e solicite uma demonstração. Temos a solução exata para ajudar a gerir diversos órgãos públicos de diferentes segmentos, oferecendo exatamente o que cada um necessita.


Compartilhe com seus amigos
Todas as notícias