BLOG

Acompanhe nossos conteúdos

Mudança de gestão na secretaria social: como fazer?

por | mar 16, 2021 | IDS Social

A transição de gestão é um dos momentos mais importantes no início de um mandato. É ela que vai dar as primeiras “ferramentas” para a nova gestão gerir seu município. E isso é especialmente importante na secretaria social.

A Secretaria de Assistência Social é um dos departamentos mais importantes em uma gestão pública. Afinal, é ela que cuida do bem-estar de boa parte da população do seu município.

Então, como fazer uma transição de gestão na secretaria social de forma harmoniosa, respeitosa e eficiente? Há uma série de detalhes que exigem a atenção do novo mandato e também da antiga gestão, e que requerem um trabalho em conjunto.

Como fazer a transição de gestão da secretaria de assistência social?
Quais são os desafios dos novos gestores com a secretaria social?
Que informações da secretaria social devem ser repassadas de uma gestão para outra?

Como fazer a transição de gestão da secretaria de assistência social?

como-fazer-a-transicao-de-gestao -a-secretaria-de-assistencia-social

A Assistência Social é uma instância de extrema importância na vida de milhares de habitantes em cada município do Brasil. As ações desenvolvidas pela secretaria social são sentidas na pele de cada um dos cidadãos que estão sob sua tutela da organização, muitos dos quais dependem dela para a sobrevivência. 

Por isso, é imprescindível que a transição ocorra da forma mais harmoniosa possível para não prejudicar o andamento das importantes atividades que a secretaria executa.

Portanto, é papel do gestor anterior de assistência social entregar o cargo nas mãos do novo responsável de forma prática e pontual. Mas, como ocorre esse processo de transição de gestão de transição? 

O gestor anterior deve garantir à nova equipe informações e indicadores sobre a assistência social no município, equipamentos, recursos financeiros e humanos, por meio de:

  1. uma equipe de transição para providenciar ao novo gestor as informações necessárias sobre a assistência social local;
  2. estabelecimento de uma equipe técnica para a transição com profissionais das áreas administrativa e financeira;
  3. organização dos documentos necessários para a nova gestão.

É responsabilidade da equipe de transição providenciar relatórios sobre a atuação da assistência social no município e disponibilizar links de acesso e senhas para que a nova equipe possa usar o sistema de gestão.

Ainda, as medidas para a gestão da assistência social para os 90 dias seguintes devem ser repassadas para a nova equipe, bem como a indicação de todos os programas (municipais, estaduais e federais) em andamento, além de pontuar as responsabilidades e pendências do município.

Essa transição de gestão deve ser ágil, organizada e eficiente: algo que fica muito mais fácil se a prefeitura for mais digital. Dessa forma, todos os indicadores e as informações estarão disponíveis no sistema de gestão e podem ser acessadas pelos novos responsáveis.

Os novos gestores, então, têm a responsabilidade de receber essas informações e, a partir delas, construir um novo plano de Assistência Social. Nesse planejamento é preciso buscar as melhores formas de dar continuidade aos projetos e programa iniciados, e também elaborar novas estratégias.

Quais são os desafios dos novos gestores com a secretaria social? 

quais-sao-os-desafios-dos-novos-gestores-com-a-secretaria-social

Com certeza, a nova gestão encontrará desafios no processo de transição. Há muitos programas em andamento que não podem ser interrompidos e todo o período de adaptação é bastante complexo.

Entre os principais desafios que podem aparecer estão:

  • Analisar cuidadosamente os itens que a equipe de transição disponibilizou;
  • Definir as primeiras atitudes e atividades depois do ato da posse;
  • Verificar da equipe de servidores, bem como suas alocações e folhas de pagamento;
  • Manter os programas sociais ativo;
  • Monitorar o uso de produtos essenciais para que eles não acabem nos primeiros meses da nova gestão;
  • Atentar para os pagamentos de servidores e fornecedores;
  • Atenuar as pendências no período de transição de gestão.

Claro que inúmeras outras dificuldades aparecerão durante o processo de transição. É por isso que as três equipes (antiga, de transição e nova) devem trabalhar em conjunto para assegurar que tudo aconteça de forma planejada. E também é por isso que um sistema de gestão se faz tão importante nesse momento.

Que informações da secretaria social devem ser repassadas de uma gestão para outra?

que-informacoes-da-secretaria-social-devem-ser-repassadas-de-uma-gestao-para-outra

Alguns documentos específicos precisam ser repassados para a nova gestão da secretaria social. Entre eles, podemos citar o Plano de Ação e o Demonstrativo Sintético Anual.

Além disso, a nova gestão precisa ter conhecimento dos relatórios disponibilizados pela Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS), que trazem informações sobre Proteção Social Básica e Especial, dados cadastrais do Bolsa Família, entre outros.

Informações financeiras também precisam ser repassadas. O saldo atualizado em conta corrente, dívidas em aberto, valor dos repasses federais, estaduais e municipais devem todos ser revelados à nova equipe de gestão.

Uma transição desorganizada prejudica todo o município. Sendo assim, a transferência de funções deve acontecer de forma sutil e ágil, de modo a não prejudicar os cidadãos que dependem da assistência social para sobrevivência. 

Afinal, é dever da gestão pública garantir uma assistência social que disponibilize saúde, educação, previdência social e habitação para todos.

Para saber mais, acesse nosso eBook que trata especialmente da importância dos dados e dos indicadores na gestão da secretaria social:

Dados no controle social